SISTEMAS SEGUROS


SISTEMA CACOLAC


picto-circuit-150x150

Comando Automático da plataforma retrátil : Sistema CACoLAC
CACOLAC é um dispositivo que se destina a fazer entrar e sair de um trem, as pessoas com mobilidade reduzida (PRM), com toda a tranqüilidade.

picto-perso1

CLIENTE


> Cliente : RATP
> Início do projeto : fevereiro 2007
> Duração do projeto : 8 meses
> Início dos testes no local : maio 2007
> Data prevista de colocação em operação : outubro 2007

DESCARGAR


picto-pdf

> Ficha técnica

DESCARGAR

O que é o CACOLAC ?


CACOLAC é um dispositivo que se destina a fazer entrar e sair de um trem, as pessoas com mobilidade reduzida (PRM), com toda a tranqüilidade. Para o fazer, ele controla o deslocamento e o recolhimento de uma plataforma (plataforma retrátil). Essa última é apoiada por sete sensores (laser, infravermelho e radares) que medem nomeadamente a distância entre o trem e a plataforma de embarque. Essa redundância de informação permite atingir um nível de segurança SIL 3 e o posicionamento correto e ajustado da plataforma.

Em 2006, a CLEARSY implementou um sistema de controle (Coppilot) para um protótipo de portas de plataforma as quais foram temporariamente instaladas nas estações Saint-Lazarre e Invalides. Este sistema externo ao trem era capaz de reconhecer de maneira segura se um trem estava parado na estação para comandar a abertura das portas de plataforma. Este sistema foi retomado em seus princípios, bem como alguns de seus componentes materiais, para gerar o sistema seguro SIL3 CaCoLac.

CACOLAC é o sistema que comanda o desdobramento e o recolhimento da parte móvel da plataforma.

Este equipamento é uma plataforma deslizante (um tipo de placa de apoio para os pés instalada na plataforma) que permite tapar o vão entre a plataforma e o trem do metrô nas estações que não são retilíneas.

Este dispositivo está sendo instalado na estação Place d’Italie, linha 5 do metrô parisiense a fim de ser testado, em um local onde a curvatura da estação cria um grande espaço vazio e perigoso entre o trem e a plataforma. Até hoje, o acesso à última porta do trem, nesta estação, era bloqueado por uma grade colocada na plataforma. O sistema CACOLAC dará acesso ao trem inclusive por esta porta.

Este sistema está em conformidade com a classificação de integridade de segurança SIL3 para eventos potencialmente perigosos (10-7 eventos potencialmente perigosos por hora) relacionados com o desdobramento e recolhimento errôneo da parte deslizante do equipamento e uma taxa de confiabilidade SIL2 segundo a norma.

O sistema é totalmente automatizado e não exige qualquer intervenção humana e/ou manual. Além disso, é externo ao trem.

picto-gal1

FOTOS


A plataforma retrátil e CACOLAC… Princípios operacionais


1 – A Plataforma retrátil

> Cada Plataforma Retrátil é equipada de uma parte móvel, que se desdobra e se retrai para facilitar a entrada e saída dos usuários tapando o espaço que surge entre a plataforma e o trem do metrô. A passarela mede 2,50m de comprimento e pode tapar um vão de 40 cm aproximadamente.

A plataforma retrátil se auto-ajusta à distância que deve ser coberta.

 

2 – O sistema CACOLAC :

O objetivo do CACOLAC é pilotar automaticamente o desdobramento e o recolhimento desta plataforma. Suas operações são baseadas na observação do comportamento de cada trem do metrô através de sensores localizados em cada plataforma. São constituídos de 2 indicadores de distância (laser e hiperfreqüência), 3 sensores de presença (infravermelhos triangulares) e 2 radares de velocidade (de efeito doppler).

Estes sensores permitem detectar:
> a chegada de um trem
> um trem parado na plataforma
> as zonas de parada do trem na plataforma
> a partida do trem da plataforma

Um autômato monitora as informações fornecidas pelos vários sensores e, de acordo com a situação, comanda o desdobramento e o recolhimento da plataforma retrátil e suas partes móveis.

A segurança do CaColac se baseia na redundância dos sensores, nas seqüências características de chegada e partida do trem, em um autômato SIL3 e no desenvolvimento de software com Método Formal B.

A empresa Bigorre Engenharia desenvolveu o sistema de plataforma retrátil para a RATP e subcontratou a empresa CLEARSY para a realização do sistema seguro CaCoLac e a demonstração de segurança.